Seja um(a) filiado(a) do Sinpro Goiás! Juntos podemos mais!

FINALIZADAS AS NEGOCIAÇÕES SOBRE O REAJUSTE SALARIAL 2019 ENTRE SINPRO GOIÁS, SEPE E SINEPE

O Sindicato dos Professores do Estado de Goiás – SINPRO GOIÁS e Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino de Goiânia – SEPE finalizaram hoje, 15/03, as negociações sindicais para a renegociação salarial dos professores em Goiânia. Na mesma data o Sindicato dos Professores do Estado de Goiás – SINPRO GOIÁS e Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado de Goiás – SINEPE finalizaram as negociações sindicais. As entidades acordaram a renovação da Convenção Coletiva de Trabalho-CCT até 30 de abril de 2021 e também os índices de reajustamento salarial para o ano de 2019.

O Sinpro Goiás, apesar do contexto de desmonte e de ataque que o sindicalismo tem sofrido desde a aprovação da Reforma Trabalhista, se mantém firme no cumprimento do seu dever constitucional de representação da categoria dos professores do Estado de Goiás em defesa de seus direitos e interesses.

Depois de muitas tratativas com o patronato, finalizamos as negociações garantindo, na CCT, a manutenção das cláusulas sociais, de todos os direitos históricos conquistados pela categoria dos professores do setor privado de ensino do estado, representados pelo Sinpro Goiás, por mais dois anos.

Fechamos também o reajustamento salarial e do piso da categoria em Goiânia com ganho real. Todos os professores e professoras devem conhecer a CCT e denunciar ao Sinpro Goiás as instituições de ensino que não respeitam as normas nela constantes.

Passamos a informar como ficou o resultado da negociação salarial 2019 para os professores de Goiânia.

Lembrando que a data-base dos professores do setor privado de ensino é 1° de maio, o SINPRO GOIÁS celebrou mais uma vez o acordo de reajuste salarial com o SEPE por antecipação.

Em Goiânia

O índice de reajustamento que deve ser aplicado, ainda neste mês de março de 2019, nos salários dos professores das escolas particulares de Goiânia, é de 4,5% a ser pago até o quinto dia útil abril de 2019.

Piso Salarial que era R$ 13,00 (treze reais) passa a valer nominalmente, a partir desse mês de março de 2019, R$ 14,00 (quatorze reais) a hora/aula para os professores da rede privada de Goiânia.

 

Confira o cálculo de horas/aula nas tabelas abaixo para pagamento mínimo de valor hora-aula em Goiânia:

Hora/aula Valores
10 horas R$ 735,00
20 horas R$ 1470,00
30 horas R$ 2.205,00
40 horas R$ 2.940,00

 

Em Aparecida de Goiânia

O índice de reajustamento que deve ser aplicado no mês de abril de 2019, nos salários dos professores das escolas particulares de Aparecida de Goiânia e demais cidades do interior de Goiás, é de 4,5% que devem ser pagos até o quinto dia útil de maio de 2019.

O Piso Salarial para professores de Aparecida que era R$ 13,00 (treze reais) passa a valer nominalmente, a partir do mês de abril de 2019, R$ 14,00 (quatorze reais) a hora-aula.

Confira o cálculo de horas/aula nas tabelas abaixo para pagamento mínimo de valor hora-aula em Aparecida de Goiânia:

Valores
10 horas R$ 735,00
20 horas R$ 1470,00
30 horas R$ 2.205,00
40 horas R$ 2.940,00

 

Nas demais cidades do interior

O Piso Salarial para os professores das demais cidades do interior de Goiás que R$ 12,50 (doze reais e cinquenta centavos) passa a valer nominalmente, a partir do mês de abril de 2019, R$ 13,15 (treze reais e quinze centavos) a hora-aula.

Confira o cálculo de horas/aula nas tabelas abaixo para pagamento mínimo de valor hora-aula nas demais cidades do interior goiano pertencentes à base do Sinpro Goiás:

Valores
10 horas R$ 690,37
20 horas R$ 1380,75
30 horas R$ 2.071,12
40 horas R$ 2.761,50

 

Alertamos a todos que piso salarial é o valor mínimo para contratação da hora-aula de serviço docente no setor privado de ensino. As instituições que valorizam seus docentes devem buscar contratá-los com hora-aula superior ao piso.

Portanto, nenhum estabelecimento privado em Goiânia pode contratar professores com valor hora-aula inferior ao determinado. Caso tal prática ilegal e lesiva ocorra denuncie ao Sinpro Goiás através do telefone 3261-5455.

 

Diretoria do Sinpro Goiás