Seja um(a) filiado(a) do Sinpro Goiás! Juntos podemos mais!

Confira qual foi o aumento real dos salários

Caríssimos (as) professores (as),

_

Como já é do conhecimento de todos, ainda em fevereiro, firmamos as convenções coletivas  com o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de Goiás (Sinepe), com o Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino de Goiânia (Sepe), e um acordo coletivo com a Faculdade Araguaia, os quais asseguraram reajuste salarial de 8% no mês de março de 2014.

Quando da assinatura dos referidos instrumentos coletivos, muito embora tivéssemos os parâmetros da inflação no período de maio de 2013 a abril de 2014, não tínhamos apurados os seus índices mensais, pois que, à época, faltavam três meses para fecharmos o período revisando, que é de doze meses.

Com base em tais parâmetros, antevíamos que o índice conquistado, de 8% para todos os salários, representava significativo ganho real para categoria, além do ganho médio, decorrente da antecipação da data-base, em dois meses.

Agora, os números finais da inflação confirmaram a nossa expectativa e justeza da negociação realizada; isto porque, o índice final de inflação totalizou 5,82%, o que representa um ganho real de 2,18%; o que equivale a 37,46% da inflação.

Soma-se a esta conquista que, repita-se, alcança todos os salários, a do piso salarial, maior que esta, e que foi de 3,98%, para os professores do interior, e 6,35%, na capital; haja vista       que o reajuste do piso, para o primeiro, foi de 9,80% e, para o segundo, de 12,17%.

Lamentavelmente, estas conquistas não alcançam os professores de ensino superior, exceto dos da Faculdade Araguaia, haja vista o Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Educação Superior do Estado de Goiás (Semesg), que representam as instituições deste nível de ensino, recusar-se a abrir as negociações salariais para definirmos o índice de aumento (a inflação já está assegurada), em mais uma demonstração de sua costumeira prática antissindical e de descaso com os professores.

Para os professores de educação superior, até agora, temos assegurado apenas o índice da inflação, já anunciada, de 5,82%; sendo que parte dela já fora repassada aos salários em março e o restante, obrigatoriamente, tem de sê-lo, em maio corrente.

_

Alan Francisco de Carvalho

Presidente do Sinpro Goiás

Tire suas dúvidas

  1. Marildete

    Qual o valor liquido que deve ser pago aos professores da rede particular?

    • Sinpro Goiás

      Professora Marildete,
      Só temos como calcular o valor bruto com base em sua carga horária. Se quiser saber o valor líquido, por gentileza entre contato com o nosso departamento jurídico através do (62) 3261-5455.
      Att,
      Sinpro Goiás

Deixe aqui sua pergunta


*