Seja um(a) filiado(a) do Sinpro Goiás! Juntos podemos mais!

Sinpro Goiás ajuiza ação coletiva contra o Colégio Princípios

O Sinpro Goiás ajuizou ação coletiva contra o Colégio Princípios, cobrando-lhe diferenças salariais, pois a instituição não paga a remuneração  devida aos seus professores, bem como, indenização por dano moral, em razão das ameaças e pressões que fazem a seus educadores.

Demonstrando intolerância e total despreparo para ministrar a educação – o primeiro e o mais destacado direito social – a direção do Colégio Princípios demitiu duas professoras “por justa causa”, simplesmente porque elas denunciaram ao Sinpro Goiás o desrespeito a seus direitos.

Quem não sabe conviver com reivindicações, próprias do estado democrático de direito, nada tem a ensinar sobre o pleno desenvolvimento das pessoas e o seu preparo para o exercício da cidadania, que são os primeiros e os principais objetivos da educação brasileira, determinados no Art. 205, da Constituição Federal.

Tire suas dúvidas

  1. Alguém que acredita na justiça de Deus

    Interessante são vocês do sindicato, não? Tem aqui o espaço para deixar um comentário; vocês sugerem um comentário, mas quando a pessoa comenta o que acontece? Retiram o comentário!!! Então retirem a notícia também.
    O que fica evidente é que vocês são comprados, isso sim! Campo de Campinas comprou vocês? Não vai adiantar nada, pois não sabem com quem estão mexendo. Todo ano cada funcionário paga para vocês, concordam? E isso é para ter uma assistência quando precisar, não? São da mesma “panelinha”…

  2. Marcus Vinicius

    Voltando a comentar!
    No inicio, acreditei que apenas o Colégio Princípios, agia de má fé com os professores, hoje observando que meu comentário foi retirado pelo sindicato estou convicto de que um órgão que recebe para defender os direitos dos professores estão mais interessados no dinheiro que um colégio sem escrúpulos pode pagar para prejudicar seus funcionários.
    Esta ocorrendo uma inversão dos direitos dos professores, ou seja, um órgão que deveria ajudar quem paga para manter seus serviços, está agindo contra os seus!
    SR. PESIDENTE DO SINDICATO, estou repudiando suas atitudes, pela maneira com que o sindicato esta se posicionando em relação as denuncias do Colégio Princípios. E continuo a acreditar na justiça, acreditando assim, que essa história não ficara em vão!!

  3. Márcio Sérgio

    É de arrepiar saber de uma notícia dessas, pois sou pai de alunos dessa instituição e nunca pensei que uma escola com “princípios” cristãos pudesse ter ação por direitos trabalhistas e muito menos por danos morais.Vou procurar me inteirar do assunto e depois volto a comentar.

  4. FERNANDES

    Diante de uma situação onde o erro do Colegio Principios é evidente nos contra cheques de seus colaboradores os quais tem sido humilhados por nao receber o devido por esta instituição fazendo com que o trabalho realizado pelos professores em seu cumprimento de horario e tarefas alem do que foram contratados ha fazerem”escravos”. bom tenho vergonha de ser um membro desta igreja que prega que nao devemos roubar e rouba seus funcionarios? tenho vergonha do que esta igreja assembleia campo de campinas esta se tornando.

  5. Contra o colégio principios

    Já fui professor do colégio princípios a coordenadora era a monamar (OBS O NOME DEVE ESTAR ERRADO)aí quando a Sheila entrou, ela me demitiu entrei contra danos morais mas não achei nenhuma lei que me protegia vim nesse site comentar e ver se tinha o numero da lei que me protegia não sejam professores daquela escola a coordenadora é uma cínica e nunca vi uma escola com ”principios cristãos” fazer uma coisa dessas!!!!

Deixe aqui sua pergunta


*