Seja um(a) filiado(a) do Sinpro Goiás! Juntos podemos mais!

Ocupações já estão em 20 escolas em Goiás

image (1)

 

Vinte escolas já foram ocupadas em Goiás pelo movimento estudantil que protesta contra as OSs na Educação. Na página oficial do movimento no Facebook (Secundaristas em Luta-GO), os estudantes comemoram que em uma semana o número de escolas ocupadas tenha chegado a 20, em quatro cidades do estado.

Na página ainda são pedidas doações de alimentos e materiais de limpeza e higiene e apoio para as ocupações. Elas ocorrem em Goiânia, Aparecida de Goiânia, Anápolis e na Cidade de Goiás.

 

Abaixo, a lista das escolas ocupadas até a manhã de quinta-feira, 17:

 

Cidade de Goiás:

  • Colégio Estadual de Aplicação Professor Manuel Caiado

Anápolis:

  • Colégio Estadual José Ludovico de Almeida
  • Colégio Estadual Polivalente Frei João Batista
  • Colégio Estadual Jad Salomão
  • Colégio Estadual Padre Fernando Gomes de Melo
  • Colégio Estadual Carlos de Pina
  • Colégio Estadual Américo Borges de Carvalho

Aparecida de Goiânia:

  • Colégio Estadual Cecilia Meirelles
  • Colégio Estadual Nova Cidade

Goiânia:

  • Colégio Ismael Silva de Jesus
  • Escola Estadual Francisco Maria Dantas
  • Instituto de Educação de Goiás (IEG)
  • Colégio Estadual José Carlos de Almeida (JCA)
  • Colégio Estadual Robinho Martins de Azevedo
  • Colégio Estadual de Período Integral Lyceu
  • Colégio Estadual José Lobo
  • Colégio Estadual Pré-Universitário (COLU)
  • Colégio Estadual Murilo Braga.
  • Colégio Estadual Professor Pedro Gomes
  • Colégio Estadual Cora Coralina

 

Por

Rosana Melo

Jornal O Popular

Tire suas dúvidas

  1. Lionardo Bispo

    SOU DA APLB-BA E ESTOU INDIGNADO COM ESTA SITUAÇÃO EM GOIAS. UM ABSURDO VOLTARMOS A FALAR EM MILITARISMO NESTE PAÍS, AGORA COM CARA ENGROSSADA PELA DEMOCRATURA DESSE GOVERNO ESTADUAL; ESTE GOVERNADOR VEIO AQUI EM SALVADOR DIVULGAR EM PALESTRA COMO PERSEGUIU E GOLPEOU OS PROFESSORES DESSE ESTADO. PARECE QUE VAMOS TER UM ANO MUITO COMPLICADO EM DEFESA DA DEMOCRACIA E DA EDUCAÇÃO. FORÇA E LUTA !

Deixe aqui sua pergunta


*