Seja um(a) filiado(a) do Sinpro Goiás! Juntos podemos mais!

O Sinpro Goiás denuncia, publicamente, em nota de repúdio, a conduta truculenta da Faculdade Montes Belos

A situação caótica que prevalece na Faculdade Montes Belos é objeto de uma ação vigorosa do Sinpro Goiás, na defesa dos interesses de todos os seus professores.

A diretoria do sindicato, por todos os meios, procurou o diálogo, quer em reuniões os gestores na própria instituição de ensino; quer em mesa-redonda na Superintendência Regional do Trabalho.

Por fim, diante da truculência e da orientação repressiva da Faculdade Montes Belos, o Sinpro Goiás ajuizou ação civil pública, na Justiça do Trabalho, pedindo o bloqueio e o controle judicial de contas bancárias, bem como a penhora de bens da instituição de ensino.

 

Nota de repúdio

O Centro Educacional Montes Belos, de São Luís de Montes Belos – apesar de ser uma instituição de ensino, a quem compete, pelo que preconiza o Art. 205, da Constituição da República Federativa do Brasil (CR), possibilitar o pleno desenvolvimento, como pessoa, de seus milhares de alunos, de nível básico e superior, prepará-los para o exercício da cidadania e qualificá-los para o trabalho- não tem pautado a sua conduta pelos valores éticos, pelo respeito  aos princípios da lealdade e da boa-fé.

Ao contrário, vem fazendo tabula rasa das responsabilidades constitucionais que lhe são atribuídas e dos destacados valores e princípios, sem os quais não há cidadania  plena,  notadamente, quanto ao respeito aos direitos fundamentais sociais de seus trabalhadores; pois que, cotidianamente, viola-os, às escancaras.

É regra inarredável de Direito e de sabedoria popular que a primeira e a mais importante obrigação de uma empresa consiste no pagamento  pontual dos salários, de seus empregados.

Pois bem. Para o Centro Educacional Montes Belos é obrigação de somenos importância, que não deve, nunca, ser prioritária. Com base neste ilegal e imoral entendimento, há meses, não a obedece.

É prática comum dessa empresa o pagamento dos salários de seus empregados com longos e costumeiros atrasos, como se estes não dependessem daqueles para sobreviver e para trabalhar, com dignidade. Para comprovar essa assertiva, basta dizer os salários de março ainda não foram pagos, para considerável parcela de seus empregados, e, o de abril, para nenhum deles. Isto se caracteriza como retenção dolosa, à qual o Art. 7°, inciso X, da CR, considera como crime.

E o que é pior: o atraso no pagamento dos salários não é a única nefasta conduta ilegal de tal empresa. Não satisfeita, não recolhe as contribuições previdenciárias, o que se constitui em crime de apropriação indébita, além de impedir os segurados de gozarem de qualquer benefício da Previdência Social; não efetua o depósito do FGTS;  não paga as férias, como manda o Art. 145, da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), ou seja, antes de seu gozo; não reajusta os salários pelos índices devidos; e não repassa a quem de direito os valores que são descontados dos salários, a título de empréstimos bancários e outros, apropriando-se indevidamente deles e fazendo com que os nomes deles sejam inscritos no Serasa (negativados), como maus pagadores.

Não contente, a direção da empresa proíbe toda e qualquer manifestação de protesto, contra a realçada prática criminosa, com ameaças e demissões, chegando ao extremo de impedir o acesso dos representantes do Sindicato dos  Professores do Estado de Goiás (Sinpro) à sala dos professores, para com eles dialogarem sobre as medidas  a serem tomadas, com vistas à garantia do respeito aos seus direitos que, repitam-se, são-lhes deliberada e criminosamente, sonegados.

Como legítimo representante dos professores da discutida  empresa, o Sinpro já ajuizou ação civil pública, na Vara do Trabalho de São Luís, Processo N. 869-25-2013, com audiência marcada para o dia 4 de junho próximo vindouro, às 14h40 min.

Nesta ação, o Sinpro pede a adoção  imediata das seguintes medidas judiciais:

Registra-se, por imperioso, que, antes de ajuizar a ação sob comentários, o Sinpro Goiás reuniu-se com  a direção da instituição, por três vezes, buscando  a solução amigável para as questões retrocitadas. Lamentavelmente, todas se resultaram infrutíferas, pelo total descaso dos representantes daquela, que não demonstraram o menor interesse por este compromisso; preferindo a linguagem da força, caracterizada pela ameaça aos professores e pelo já relatado impedimento de acesso do Sinpro à sala destes.

Como se trata de instituição de ensino, a quem é constitucionalmente vedada a transformação da sua atividade fim, a educação, em mercadoria, e, o que é pior, de baixa qualidade, o Sinpro sente-se no dever de oficiar o MEC, requerendo-lhe a imediata adoção das medidas legais, que são de competência, com destaque para a determinação de saneamento da empresa.

Tire suas dúvidas

  1. Anônimo

    É impressionante o descaso da Faculdade Montes Belos em relação a alunos e professores.

    • Anônimo

      Total descaso com os alunos e professores, uma vergonha !!!! esperamos uma solução!

    • flor de maracujá

      Que triste e lastimável. Mas é biblioco o que é mal adquirido não poderá ser possuido. É a historia dos tres patetas.

    • FUNCIONÁRIO

      Cite os descasos por favor:

    • Aluno Revoltado

      Para vc funcionário puxa saco, vou lhe citar os descasos: Salas caindo ao pedaços, Salários atrasados, Infraestrutura sem receber nenhuma reforma a tempos, chuvas que deixas as péssimas salas como um rio, preços abusivos e irredutíveis de serviços na secretária, profissionais não remunerados consequentemente desmotivados. E isso é descaso da sua faculdade funcionário puxa saco. E caso tenha dúvida, comece a andar pela IES e verá de descaso falamos.

    • ESTAMOS COM A FMB

      Melhor ser um funcionário “puxa saco” do que ser sem educação. Em qual momento eu te ofendi mesmo?

  2. Professor

    É uma pena esse pessoal do SINPRO se achar tão bom e ser tão desinformado, todos os cursos da FMB são autorizados, reconhecidos, e com boas notas no ENADE…é bom saber direito as informações para depois publicar que o ensino não tem qualidade, certo senhor Santana!

    • Aluno.

      Certamente seu salário está em dia, e sua opinião não reflete a da maioria. Posso falar sim que o MEC deve ficar a par da situação. Não vou falar o período que estou cursando, mas já tive 16 professores diferentes em 6 matérias este semestre no curso de direito, devido a alta rotatividade e falta dos professores. As aulas tem começado as 19:30 e terminado 21:40, isto quando tem professor. Isto é um absurdo!!!!

    • flor de maracujá

      Desinfomado professor rsrsrsrsr e os nossos professores como conseguem sobreviver sem salários rsrsrsrsrsrs qualidade? onde? rsrsrsrsr notas de ENADE? é faz de conta, ou seja, nota base e não nota mediana e nem alta. Qualidade se dá no ato de ver o que está acontecendo e não adquirir uma nota por pressão e incompetência acadêmica.

    • ALUNO COM ORGULHO

      https://emec.mec.gov.br/emec/consulta-cadastro/detalhamento/d96957f455f6405d14c6542552b0f6eb/MjMzNg==
      AKI ESTÃO AS NOTAS DO ENADE E DO MEC.
      Sou um aluno consciênte e não vou aceitar calúnias contra a FMB.
      Ta aqui pra quem quiser ver.

  3. anônimo

    Na verdade nossa faculdade é boa sim, mas infelismente a situação que se encontra tem nos prejudicado muito, sem contar quantos professores exelentes que já perdemos por esses motivos. Mas o que desejamos e esperamos é que tudo isso seja resolvido, tanto para os professores e funcionários, quanto para nós alunos.

    • ALUNO COM ORGULHO

      É isso ai, se a FMB não presta e vc estuda ou trabalha nela, vc também não presta, correto? Se vc não esta satisfeito é só mudar de faculdade pra estudar ou trabalhar. Pois assim vc receberá seu 13º, férias, FGTS, etc. ou terá um um diploma de uma renomada faculdade pra deixar engavetado.
      Agora fala mal e continuar é ipocresia.

  4. Gonga

    Já tomaram as providências criminais em relação às retenções ilegais? Será que o Ministério Público do Trabalho, Ministério Público Federal e o Ministério Público Estadual já têm ciência disso tudo?

  5. Gonga

    Será que esse comentário acima com o codinome professor foi feito mesmo por um professor???? Custo a acreditar

    • aluno comum

      Claro que não foi feito por um professor!! isso ai é coisa deles mesmo viu. Nós alunos é que sofremos porque o circo agora desmonta e nós formando nessa bagunça. Meus pais sonham com o meu conhecimento e diploma, como irei dizer para a sociedade que estudei em uma faculdade que a princípio é criminosa e não tem ética com seus professores e nem alunos???? afffff que situação. Estou envergonhado.

  6. PROFESSOR

    O SINPRO se acha no direito de falar por todos os professores da instituição, e fala de não ter oportunidade de negociação, sendo que a Faculdade Montes Belos fez uma proposta de pagamento ( que está sendo cumprida) e 90% dos professores aceitou. Apenas uma minoria que não depende financeiramente da faculdade e vocês do SINPRO não aceitaram. E ainda tem coragem de falar em repúdio, sem ao menos conhecer a história da instituição.

    • Professor

      Então você está defendendo são seus interesses próprios? Vamos ver se eu entendi. Quer dizer que como você depende financeiramente somente da FMB você precisa aceitar tudo! Salários atrasados, FGTS sem ser depositado, não pagamento de férias… tudo em nome do seu parco salário! Por favor, honre seu nome e sua categoria de Professor!

  7. Professor

    90 % de Professores aceitaram a proposta da FMB? Aonde? Repúdio sim! E parabéns ao nosso Sindicato!

  8. Professor

    90 % dos professores aceitaram? Onde? Onde está essa estatística ou listagem de 90% de professores aceitando a negociação? Repúdio sim! E parabéns a este Sindicato!

  9. aluno comum

    Olha acho que a coordenação dos cursos está sem chão rsrsrsrs deve se preparar para arrumar as malinhas.
    Nós alunos do direito detestamos essa administração e estamos muito chateados! affffff é absurdo tudo que está acontecendo. Nada pode melhorar!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! já está arranhada a marca e os proprietários estão se demitindo do circo onde houveram malabarismos de abusos contra os alunos e o pior sem o mínimo de respeito conosco. Chega, não queremos mais estudar em um lugar que não mostra ética e muito menos imagem.

  10. Dira Paes

    Credo que triste estou no Rio de Janeiro gravando Salve Jorge e agora vendo isso aqui me deu tristeza. Quando é que a Educação no Goiás vai melhorar meu Deus. Essa FMB está regredindo ao invés de progredir. Gente muda de faculdade fica ai não. Boa sorte.

Deixe aqui sua pergunta


*