Seja um(a) filiado(a) do Sinpro Goiás! Juntos podemos mais!

Faculdade Montes Belos barra, mas Sinpro Goiás faz assembleia de professores no estacionamento

100_0678

Professores fazem assembleia no estacionamento da Faculdade Montes Belos e recebem apoio dos estudantes

 

 

Com uma atitude inadmissível no estado democrático de direito, a direção da Faculdade Montes Belos impediu  representantes do Sinpro Goiás de reunir-se com os professores, em assembleia previamente marcada para as 18h30, do dia 15 de maio, naquela instituição de ensino.

Mas a atitude ilegal da instituição de ensino não esmoreceu os professores e a assembleia docente aconteceu no estacionamento da faculdade, reunindo também centenas de alunos que manifestaram abertamente apoio ao movimento de reivindicação docente

Nas próximas horas, a diretoria do  Sinpro Goiás divulgará nota oficial sobre o movimento dos professores e ajuizará ação civil pública para garantir pagamento de salários e demais direitos dos professores da Faculdade Montes Belos.

Tire suas dúvidas

  1. ANÔNIMO

    Participei como ouvinte e o que parecer ser com o incentivo do SINDICATO, na verdade não é. Observei que de todos os professores que estão presentes somente 3 estavam apoiando greve e achando bonito todo aquele tumulto. Vale lembrar que os alunos pagam mensalmente e com a greve dos professores eles devem continuar pagando, ou então ficam com nome sujo. Isso obriga os professores a repor essas aulas. Outra coisa a greve vai resolver a questão do pagamento? A FMB, conforme informado pelo própio SINDICATO que achou inadimissível, apresentou um cronograma de pagamento, a saber vários dos professores que estavam na assembléia de ontem já havia recebido conforem o cronograma, quer dizer, bem antes da data estabelecida no cronograma. Afinal o que o SINDICATO realmente faz,além de descontar no sálario e tirar fotos para publucar essas matérias? Ele vai pagar os salários atrassados dos professores? Ora o cronograma que foi apresentado é inadimissível para o sindicado e para os 3 professores que estavam encabeçando o tumúlto de ontem.
    Fala sério…
    Cada um querendo aparecer mais do que o outro.
    Eu confio na FMB e repudio essas manifestações que denigrem a imagem da faculdade e dos funcionários de bem que dependem dela.

  2. Professora FMB

    Sou professora da FMB há 4 anos. Sempre recebemos em dias. Infelizmente, neste último semestre os salários atrasaram, mas fomos informados dos problemas pelos quais a instituição estava passando. A FMB me proporcionou qualificação profissional e estou terminando o meu mestrado, o qual é pago com o salário que recebo aqui. Ao contrário, seria um sonho impossível, por ser tão caro. É muito triste ver pessoas denigrindo a imagem da FMB, a qual possibilitou e possibilita às várias pessoas de cerca de 30 municípios a oportunidade de cursarem um curso superior e terem uma profissão. Reprovo a atitude do Sindicato. Torna-se claro que o Sindicato, juntamente com uma minoria de professores ( 3) querem se promover através da situação. Foi feito acordo com os professores e a FMB já está cumprindo o cronograma de pagamento. Sem a FMB todos perdem, a região perde… Tenho orgulho de trabalhar aqui e acredito que, assim como outras instituições que já passaram por problemas financeiros, a FMB se reerguerá e continuará realizando muitos sonhos.

  3. Marcos

    Que injustiça! Meus pais formaram na FMB e já estão trabalhando. Eu estou estudando pensando no meu futuro. Não tenho condições de estudar em Gyn.Tem gente que está tentando apagar uma história de sucesso por um semestre de conflitos. Torço pela FMB.

  4. Ex-professor da FMB

    kkkkkkkkkk
    Caro “Anônimo” seu comentário só tem uma das três explicações:
    a) Você faz parece da admirável administração da faculdade (direto ou “indiretamente”)
    b) Você é uma pessoa muito ingênua
    c) Você acha que professor é sinônimo de escravo e que tem fica muito satisfeito e agradecido de receber seu salário (no dia que o patrão bem entender) porque isso não passa de uma caridade.

  5. Ex-professor da FMB

    Lembrei-me de outra opção: você deve ter uma boa situação financeira que independe do seu trabalho para essa instituição e não tem conta atrasada para pagar.

    • Anônimo

      Ex-professor da FMB ele está certo sim, se você é um funcionário de qualquer empresa e no decorrer do tempo você não tem um limite para suportar as crises, onde várias empresas passam é um incompetente não tem gestão própria. Todas as empresas passam por crise. Se ligue e estruture a sua situação financeira.

Deixe aqui sua pergunta


*