Seja um(a) filiado(a) do Sinpro Goiás! Juntos podemos mais!

Câmara avalia criação de piso para professor do ensino privado

O Projeto de Lei 5223/13, em análise na Câmara dos Deputados, determina que o professor de educação básica da rede particular, com formação em nível médio, deverá ganhar, no mínimo, R$ 1.567 para uma jornada de 40 horas semanais.

O autor da proposta, deputado Lincoln Portela (PR-MG), explica que a Lei 11.738/08 instituiu um piso salarial apenas para professores da escola pública. Esse piso, reajustado neste ano, também é de R$ 1.567.

A proposta de Portela ainda prevê reajuste do salário de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) dos doze meses anteriores.

 

Fonte: Agência Câmara

 

 

Jorn. FERNANDA MACHADO

Assess. de Imprensa do Sinpro Goiás

Tire suas dúvidas

  1. ADELINA CAMELO

    JÁ NÃO ERA SEM TEMPO, OS PROFESSORES DA REDE PRIVADA SÃO PENALIZADOS, SENDO QUE TRABALHAM MUITO NOS FINAIS DE SEMANA E FERIADOS, E OS DONOS DAS ESCOLAS PARTICULARES SE ACHAM NO DIREITO DE EXIRGIR, E ÁS VEZES NÃO DÃO NEM CONDIÇÕES DIGNAS DE TRABALHO, PARABÉNS, Lincoln Portela, TEM O MEU RESPEITO E APOIO.

  2. Cássia Vilela

    Nossa..estou muito feliz com isso! e espero que acontece,pois já estava na hora de alguém perceber o que realmente somos e merecemos…

Deixe aqui sua pergunta


*